Os erros na hora de escolher o lustre para quarto

Os erros na hora de escolher o lustre para quarto são comuns. Tamanho, luminosidade, lâmpadas e outros quesitos precisam ser levados em conta. Acompanhe!

A hora de escolher um lustre para quarto gera muitas dúvidas. Que tamanho é mais indicado? Que modelo combina com a decoração? Que tipo de iluminação ele precisa atender? Por aí seguem os questionamentos e, muitas vezes, os erros que acabam prejudicando o visual e a luminosidade adequada do ambiente.

Para que você não cometa os mesmos erros no momento em que for adquirir um lustre para quarto, apontamos neste conteúdo os mais recorrentes. Continue lendo!

Escolha equivocada do tamanho

A escolha do tamanho do lustre para quarto é uma das principais causas de erros. Incluir um lustre muito grande no quarto pequeno atrai os olhares praticamente só para ele. E, é claro, deixa o quarto com uma luminosidade mais forte do que é necessário ou aconchegante.

Em contrapartida, se o quarto possuir um espaço privilegiado, não compre um lustre muito pequeno. Uma luminária pequena pode não oferecer luz suficiente ou ficar desproporcional com o ambiente. Mesmo que o quarto seja um ambiente de calmaria, entrar e sair dele ou procurar por alguma peça de roupa pede um pouco mais de luz, não é?

O lustre para quarto como única fonte de iluminação

No caso do seu quarto ser pequeno, um lustre pode ser o suficiente. Porém, se ele for um pouco maior e você ter o hábito de ler no ambiente, é aconselhável incluir mais algum ponto luminoso.

Se o quarto também for o local do seu home office, não receber uma iluminação adequada não irá contribuir para o rendimento do trabalho ou dos estudos.

Cuidado com as sombras

Você pode até achar que isso não rola no quarto. Mas, acontece muito! Pensar em iluminação nos leva a imaginar o brilho do local, a capacidade de iluminação das lâmpadas e seus diferentes formatos. No entanto, as sombras não são levadas muito a sério. O que é mais um erro na hora de escolher o lustre para quarto.

Um lustre no lugar errado ou que ofereça luminosidade muito baixa, colabora (e muito) à formação de sombras. O fato tem tudo para arruinar o design de ambiente e ainda por cima, causar acidentes.

Não prestar atenção no tipo de lâmpada

Tem muita gente que compra o lustre para quarto, mas nem olha para o tipo de lâmpada necessário. Nem mesmo a quantidade delas é levada em consideração. Quando se percebe o erro, o quarto já está muito quente com tanta lâmpada.

Para uma escolha bem feita, vale investir em lustres para quarto que recebam luzes de LED. Além de bonitas e modernas, aquecem bem menos o ambiente.

Ignorar a decoração do quarto

O lustre para quarto seria uma espécie de cereja do bolo. É o toque final de uma decoração pensada com carinho para um local íntimo e de descanso. Então, por que estragar tudo com uma peça que não combina com o restante do ambiente? É aí que “mora” o erro!

O lustre deve fazer parte da decoração e combinar com os móveis e as paredes do quarto. Uma peça com detalhes da mesma cor das paredes, por exemplo, têm chances maiores de acerto.

Lustre muito grande em quarto infantil

Essa é para quem tem filhos pequenos ou pretende ter. Colocar um lustre muito grande no quarto infantil é um erro perigoso. Como as crianças adoram mexer nos objetos, podem acabar se machucando com uma peça que elas alcancem.

Por aqui, o mais legal do lustre para quarto é inserir peças coloridas para divertir os pequenos. Se optar por lustres com luzes brancas ou amareladas, lembre-se de escolher modelos divertidos. Existem modelos superlegais no mercado.

 

Agora que você conhece os cuidados para não cometer erros na hora de escolher o lustre para quarto, encontre o modelo que mais combina com você e faça bonito. A Vila Luna, empresa associada ao Núcleo Home, possui o melhor em iluminação decorativa. Conheça mais aqui!