O que não pode faltar em um bom projeto hidráulico para residências

Para ter um projeto hidráulico de qualidade, a dedicação vai além da qualidade dos materiais, que também são importantes. A palavra de ordem é: planejamento!

Um bom projeto hidráulico é muito importante, afinal, ninguém quer ter que quebrar paredes depois de uma obra finalizada para resolver problemas que poderiam ter sido evitados com antecedência, não é?

Mas, o que a gente ainda vê por aí são casos em que o projeto hidráulico é feito por um profissional não qualificado e executado por esse mesmo profissional e com o mesmo nível de conhecimento sobre o assunto.

A execução de um bom projeto hidráulico é imprescindível para evitar dores de cabeça e prejuízos à sua obra. Continue a leitura e descubra o que não pode faltar nesse projeto.

Combine desempenho, economia e sustentabilidade

A combinação desses três itens é o alicerce para um bom projeto hidráulico para residências. Exatamente por isso é que o projeto precisa ser feito e executado por um profissional que entende do assunto. Esqueça o “deixa que eu faço” ou a famosa “gambiarra”.

O desempenho do sistema deve cumprir todos os requisitos, sem que para isso tenha de afetar outras questões, como o barulho excessivo em tubulações mal projetadas.

Na economia, o projeto hidráulico tem que diminuir custos, mas sem esquecer de pensar a longo prazo. Alguns materiais e soluções podem até custar mais caros, porém, ao longo dos anos geram muita economia.

Já a sustentabilidade vai em busca de minimizar os impactos da construção civil. Construções ecologicamente corretas já classificam um bom projeto hidráulico como uma das prioridades da obra.

Informações do projeto hidráulico

No projeto hidráulico deve constar todas as informações pertinentes à sua instalação. Mesmo que você não seja um especialista, tem que ter documentado tudo o que estará nessa etapa da construção. Exija de quem fez o projeto, que nele constem detalhes de todos os subsistemas, como: tubulações de água fria, água quente, esgoto, água pluvial e reuso de água. O padrão básico dos projetos incluem: plantas baixas, detalhes de esgoto, isométricos de água, esquemas verticais de água e esgoto, e detalhes específicos.

Questões de uso e manutenção que não são consideradas, geralmente apresentam problemas e custos extras no futuro. Não só no futuro, mas durante a construção da casa, com superdimensionamento de tubulações, só para citar um exemplo.

Procure uma empresa qualificada e com experiência no assunto. O engenheiro da empresa deve oferecer subsídios e sugestões do que o mercado tem de melhor. Mas, não esqueça de acompanhar tudo de perto, desde o início da obra.

Lembre-se: um bom projeto hidráulico tem que ser considerado como um todo. Seu desempenho e vida útil precisam durar mais de 20 anos.

Pressão que vem da rua

A pressão da água que vem da rua também não pode ficar de fora dos itens a serem considerados. Se a pressão for baixa, ter que encher a caixa d’água vai levar muito tempo, a água do chuveiro desce a pingos reduzidos, máquinas de lava-louças e lava-roupas não cumprem direito suas funções, etc.

Em caso de pressão alta demais, o projeto hidráulico vai precisar de tubos mais largos e resistentes e você prestar mais atenção às emendas e conexões.

Os canos

As dúvidas costumam aparecer também na hora de escolher os tubos e conexões. O material mais conhecido e utilizado é o PVC. Porém, o mercado oferece mais opções: o cobre, mais utilizado para o transporte de água aquecida, o aço galvanizado e o polietileno reticulado, recentemente inserido no mercado nacional.

 

Para saber qual material se adapta melhor ao seu projeto, você precisa avaliar alguns fatores técnicos, econômicos e pessoais. Pedir ajuda a uma empresa ou profissional da área, também vai te ajudar (e muito).

Dores de cabeça com o projeto hidráulico da sua casa, nunca mais! A empresa Gavasso Materiais Hidráulicos, associada ao Núcleo Home, é especialista em projetos hidráulicos e inclusive possui engenheiro especialista para propor as melhores soluções na área! Faça já um contato e confira o que a Gavasso pode fazer pelo seu projeto: gavasso@gavasso.net ou (49) 3442.2291.