Como construir

Veja o que levar em consideração na hora de definir o projeto da casa de dois andares. Como construir e dividir bem os espaços para o conforto da família?

Como construir uma casa de dois andares? O que o perfil da minha família tem a ver com isso? Quais cômodos eu incluo na parte inferior e quais eu direciono para que sejam feitos no segundo andar?

Seja por falta de espaço no terreno ou porque a família está crescendo e o projeto precisa de readequações, construir uma casa de dois andares não pode representar uma dor de cabeça para você.

Leia todo o conteúdo e, ao final, sinta-se mais seguro para construir a casa de dois andares dos seus sonhos!

Como construir: primeiro, a planta da casa de dois andares

Como qualquer outro projeto, a planta da casa de dois andares precisa ser elaborada por um engenheiro civil ou arquiteto, com base nas informações que você for repassando a esse profissional.

Depois que o projeto estiver pronto, é hora de levar a planta para o órgão responsável pela aprovação na prefeitura da sua cidade. Somente após a autorização, a casa começa a ser construída.

Dividindo os espaços

Como tamanho não é documento e nem sinônimo de conforto dentro de casa, você precisa dividir bem os ambientes. Veja as dicas para cada andar:

No andar superior

Na parte superior da sua casa, podem ficar a suíte do casal, um ou dois quartos para os filhos, um banheiro social, uma área de passagem e uma varanda para momentos de lazer, incluindo a churrasqueira e cadeiras de descanso.

O segundo andar, dependendo do espaço, pode receber uma área de televisão ou para pequenas reuniões em família. Assim, é possível todos estarem juntos mesmo quando não se está na sala de estar principal.

Não esqueça de que a varanda também é parte do “cartão de visitas” da casa de dois andares, que é a fachada. Faça bonito!

No andar inferior

Para o andar de baixo da casa, o foco pode estar na sala de estar, cozinha, área de serviços, dispensa e um banheiro social. Se você quiser aproveitar todo o espaço disponível, além da garagem na frente, a sala de estar pode ter o pé direito duplo ou não.

Por aqui, a cozinha deve estar diretamente ligada à sala de jantar, ao terraço exterior e à área de serviço. Do mesmo modo, a sala de jantar deve fazer a ligação com a sala de estar e este último ambiente ao hall de entrada.

Falando em hall de entrada, ele não precisa ser tão grande, mas cumprir a missão de ser o centro de distribuição e de circulação para o restante da casa. Além disso, vai servir para aquele primeiro impacto dos visitantes.

Acessibilidade

No caso de famílias que possuem alguma pessoa com dificuldades de locomoção, é preciso considerar essa questão. Pense nos cômodos que serão mais utilizados pelos moradores e peça para que o engenheiro ou arquiteto os façam na parte inferior, facilitando assim o acesso.

Não adianta ter uma casa maravilhosa se todos os moradores não puderem usufruir em suas melhores condições, concorda?

Fazendo as ligações vertical e horizontal

Relacionar bem os espaços é fundamental, pois entre as preferências dos moradores, costuma estar o respeito à intimidade de cada um. Portanto, é preciso levar em conta as ligações horizontais e verticais entre as divisões da casa.

Um exemplo fácil de entender é aquele onde a pessoa pode ir do quarto, que está no andar superior, para a área de serviço sem ter que passar na frente de todo mundo na sala. Ao instalar uma escadaria no hall de entrada ou no corredor da entrada, você alcança esse objetivo.

Manter a relação entre as áreas privadas, como os quartos e a área de serviço, é bem importante. Desta maneira, você mantém os espaços sociais, como a sala de estar ou de jantar, sem que seja necessário ter de ficar olhando para a escadaria quando alguém está usando-a.

Claro que vai depender do desejo e das preferências de cada família, entretanto, todos que procuram entender mais sobre como construir uma casa de dois andares, precisam ter em mente que a ligação vertical deve ser muito bem definida desde o início do projeto.

Não esqueça do exterior da casa

Falamos até aqui das áreas internas da casa, no entanto, pensar na parte externa do projeto também é essencial! Se você procura conforto, precisa lembrar que as características do exterior podem ser aproveitadas.

Se as dimensões da casa permitirem, você pode criar um novo espaço social com vista e ainda aproveitá-lo para momentos agradáveis em família e como os amigos. E para que o sol não atrapalhe nessas horas, pode ser construída uma pérgola e tornar o espaço ainda mais gostoso.

O espaço externo da casa é quase tão importante quanto o interno, por isso, não se pode esquecer dele de forma alguma. Deve-se construí-lo em função de uma área confortável, prática e bonita.

Falando em exterior da casa, localize as áreas internas de acordo com ele

Desde entrar em casa ou estacionar o automóvel, tudo está ligado à área externa da casa. O seu jardim, a piscina e o que mais que será feito “ali fora”, depende da relação desses espaços com a rua.

É bem importante definir se a sua casa fará ou não esquina, qual é o espaço do terreno que você precisa deixar livre para áreas exteriores e como será o acesso para que todos possam aproveitá-las confortavelmente.

 

Agora que você tem informações bem importantes sobre como construir casas de dois andares e ainda dividir bem os espaços, pode ficar muito mais seguro. Converse com o seu engenheiro ou arquiteto, troque ideias e não esqueça dos detalhes mais importantes para o seu conforto e de sua família.