Como escolher cortina para cozinha? Confira os principais cuidados que você precisa ter!

A cortina para cozinha é um dos principais elementos em sua decoração. Aprenda agora mesmo como escolher a sua sem errar!

Só de ver o assunto aposto que você já lembrou das cortinas da vovó, não é mesmo? É difícil uma vovó não ter cortina em casa, principalmente na cozinha. Isso porque, as cortinas desempenham um papel importante: é decorativa, inibe a entrada de insetos e protege do tempo (sol e vento).

Atualmente existem opções para diferentes necessidades, como o blackout para quem deseja ter a opção de um ambiente totalmente escuro, aquelas mais fininhas de voal ou rendadas, para quem deseja somente dar um up na decoração e suavizar a entrada de luz, por exemplo. Existem ainda as persianas, ideais para quem possui alergia a poeira e ácaros.

Pensando nessas possibilidades, preparei um passo a passo para você escolher a cortina da cozinha e acertar. Confira:

Cuidados na hora de escolher a cortina para cozinha

Primeiro você precisa ter em mente qual o seu objetivo com a cortina: se é um ambiente escuro, apenas um artefato decorativo, suavizar a luz ou proteger o ambiente. Após definido, você precisa se atentar a alguns itens, confira a seguir.

Tamanho da cozinha x comprimento da cortina

Não dá para colocar uma cortina enorme em um ambiente compacto, assim como, não é indicado utilizar uma peça pequena para um espaço amplo. Por isso, antes de tudo, leve em conta a proporção da cortina com o local, avalie o tamanho da janela e o espaço que você tem disponível para colocar a cortina.

Tecido

Tendo em vista que você já definiu o seu objetivo com a cortina para cozinha e já sabe o tamanho ideal para sua necessidade, chegou a hora de pensar em que tecido utilizar. Leve em conta se você possui algum tipo de alergia e escolha tecidos ou artigos que prendam menos ácaros e poeira, que são os de fibras sintética. Se você não possui problemas com isso, há mais opções. Confira a seguir o que é mais indicado para cada situação:

  • Tecidos de fibra sintética e o linho: indicado para quem possui alergias;
  • Tecido blackout: são tecidos mais grossos, feitos de poliéster e que bloqueiam completamente a passagem de luz;
  • Voal: é um tecido mais fino, que serve para suavizar a passagem da luz. É indicado utilizá-lo acompanhando com mais uma camada, de outro tecido mais grosso;
  • Seda: sua grossura pode variar. Esse tecido é escolhido para deixar a decoração do local mais moderna e requintada;
  • Shantung: é um tecido tão consistente quanto o blackout e tão leve quanto o voal. É uma seda tecida à mão, que também garante muito requinte e sofisticação;
  • Sarja: tecido com um caimento leve, ideal para um ambiente mais descontraído, como por exemplo, um quarto infantil;
  • Richelieu: tecido com as bordas bordadas, ideal para a cozinha, pois é fácil de limpar e de remover a gordura de sua superfície.

Cores

Depois de escolher o tecido ideal da sua cortina para cozinha, chegou a hora de escolher a cor! Se você deseja dar uma alegrada no ambiente, não há problema nenhum em escolher algo colorido e até estampado. Já se você prefere algo mais discreto, invista em tons de branco ou pastéis para uma cortina mais clara e tons terrosos para uma mais escura.

Além do seu gosto pessoal, pense também no restante dos elementos de sua cozinha: as luminárias utilizadas, os detalhes da mesa, tapetes, móveis etc. É importante pensar neles, para estabelecer um equilíbrio entre toda a decoração. Se em um lado há mais detalhes, o outro deve ter menos, e vice-versa.

Modelos de cortina para cozinha

Existem vários estilos de cortina para cozinha, por isso elenquei todos para que você consiga escolher o que melhor se adequa ao seu projeto. Veja a seguir:

Persianas

Se você ainda não sabe, esse é um dos modelos mais indicados para quem possui alergias a poeira e também para quem deseja equilibrar o ambiente com uma cortina para cozinha mais discreta.

Como escolher cortina para cozinha? Confira os principais cuidados que você precisa ter!

Fonte: Pinterest

Varão

Esse é um modelo de cortina para cozinha normalmente montado por você mesmo, isso significa que, muitas vezes há a opção de escolher suas partes individualmente: o varão, a cortina que o acompanha, as argolas que o prendem e demais acessórios de sua preferência. Confira um exemplo:

Como escolher cortina para cozinha? Confira os principais cuidados que você precisa ter!

Fonte: Pinterest

Rolô

Esse modelo é parecido com as persianas, mas ao invés de encolher, juntando suas partes, ele se enrola, além disso, diferentemente das persianas, ele é feito de tecido. A cortina para cozinha rolô é uma opção discreta e simples, ideal para equilibrar um ambiente mais rico de detalhes decorativos. Inspire-se:

Como escolher cortina para cozinha? Confira os principais cuidados que você precisa ter!

Fonte: Pinterest

Telas

Essa é uma cortina de correr, que pode ser trabalhada com tecidos mais leves ou pesados, com cores mais neutras ou estampadas. Sabe aquelas cortinas da vovó, amarradas nos cantos, divididas ao meio e que abrem para os dois lados? São ótimos exemplos de cortina para cozinha de tela. Olha só:

Como escolher cortina para cozinha? Confira os principais cuidados que você precisa ter!

Fonte: Pinterest

Romana

É muito semelhante a cortina rolô, mas a diferença é que seu tecido costuma ser mais estruturado e a base de algodão. Além disso, assim como a cortina rolô ela se abre de baixo para cima, entretanto, possui gomos que se recolhem, diferente da outra que se enrola. Confira um exemplo prático:

Como escolher cortina para cozinha? Confira os principais cuidados que você precisa ter!

Fonte: Pinterest

Trilho

Essa cortina para cozinha é daquelas que abrem arrastando, sabe? Ela leva este nome porque, literalmente, é submetida a trilhos, que favorecem o seu movimento de abertura e fechamento. Veja:

Como escolher cortina para cozinha? Confira os principais cuidados que você precisa ter!

Fonte: Pinterest

Painel

Normalmente produzidas em linho, estas são cortinas que se dividem em largas tiras de tecido. Para fechá-las ou abri-las é necessário arrastar tira por tira. Conheça:

Como escolher cortina para cozinha? Confira os principais cuidados que você precisa ter!

Fonte: Pinterest

Blackout

Para quem deseja ter a opção de deixar o ambiente completamente escuro, essa é a opção ideal. Normalmente produzidas com tecidos mais grossos e pesados, diferente do que muitos pensam, esse modelo se adapta muito bem a uma cozinha. Confira:

Como escolher cortina para cozinha? Confira os principais cuidados que você precisa ter!

Fonte: Pinterest

Passo final: calcule a medida certa

Como calcular a medida ideal para a sua cortina? Depois de todos os passos acima, você precisa definir um tamanho exato para mandar fazer. Algumas empresas especialistas em cortinas até visitam a sua casa e se encarregam de medir. Se esse não for o seu caso, para saber o tamanho exato é só fazer o seguinte:

O ideal é que a cortina franzida possua um tamanho 2x maior que a da janela. Ou seja, para uma janela de um metro, uma cortina de dois metros. Isso acontece porque sua cortina precisa possuir um caimento ideal, que faça com que ela não precise ficar totalmente esticada quando fechada.

Já se o que você escolheu foi uma persiana, rolô ou romana, o ideal é que ela tenha o tamanho exato de sua janela, mais uma fuga entre 5 e 8 cm nas laterais, além da janela, para garantir.

 

E aí, pronta para mandar fazer sua cortina? Agora é só escolher o local da sua preferência, comprar ou mandar fazer e depois partir para a instalação. Falando nisso, se você precisar de ajuda ou indicação para fazer sua cortina para cozinha, é só entrar em contato com o Núcleo por aqui, temos muitas empresas associadas e podemos lhe ajudar com a nossa consultoria!

Outro objeto que merece atenção na cozinha é a torneira gourmet, que além de muito bonita, é muito funcional. Saiba como escolher e aproveitar ao máximo este item.